Can Twins mudar de lado no útero

?

Se você tem dois pães no forno , você pode se sentir jabs e chutes em todas as direções . Como você vê e sente sua barriga movimento sobre , você pode se perguntar se eles estão lutando , fazendo cambalhotas e mudar de lado de lá . Mesmo com todas essas voltas e reviravoltas, você pode ter certeza de que esses bebês estão do seu lado relativa do útero, no final do dia .
Tipos de gêmeos
< p> O tipo de gêmeos que você tem em seu ventre irá determinar como eles estão situados e crescer. Se você tem gêmeos monozigóticos ou idênticos, eles foram formados a partir de um único óvulo fertilizado que se divide em duas metades. Cerca de 70 por cento destes bebês compartilham uma única placenta , de acordo com a Universidade da Califórnia, San Francisco Medical Center. Por outro lado, se você tem gêmeos fraternos , dois ovos separados foram fertilizados . Esses bebês geralmente têm placentas separadas.
Regular Fetal Movimento
< p> De acordo com MayoClinic.com , é normal que os fetos a torcer e se mover em seu útero durante a gravidez. Como você entrar no terceiro trimestre , os bebês estão começando a ficar sem espaço . Você vai notar menos movimento do que você fez durante o segundo trimestre . Mesmo se eles estão se movendo em torno de menos frequência , é possível para gêmeos a mexer em posições diferentes em seu ventre . No entanto, mudar de lado completamente é improvável, se não impossível, por causa do posicionamento placenta eo saco amniótico.
Bebê A e B
< p> Quando você começa um ultra-som durante a sua gravidez, as pessoas que fazem o seu ultra-som irá se referir a seus bebês como bebê a e bebê B. Esta é uma maneira de indicar que bebê é o bebê mais perto de seu colo e bebê B é mais para cima . No entanto , Baby A não sempre ficar nessa posição.
Bebê posicionamento do corpo

Nas últimas semanas de sua gravidez , seus gêmeos vai entrar na posição para o nascimento. Geralmente um dos bebês vai posicionar-se de cabeça para baixo e outro será de cabeça para baixo , culatra ou horizontal. Segundo o site da educação familiar, esta posição acontece em cerca de 75 por cento das gestações gemelares . É possível para o bebê A, que esteve mais perto de sua pélvis mais de sua gravidez , para alternar com o bebê B durante as últimas semanas e agora tê-lo de estar na primeira linha para nascer.